Categorias
PUBLICAÇÕES

FANON

L’explosion n’aura pas lieu aujourd’hui. Il est trop tôt… ou trop tard. Je n’arrive point armé de vérités décisives. Ma conscience n’est pas traversée de fulgurances essentielles. Cependant, en toute sérénité, je pense qu’il serait bon que certaines choses soient dites. Ces choses, je vais les dire, non les crier. Car depuis longtemps, le cri est sorti de ma vie. Et c’est tellement loin… Pourquoi écrire [..] ? Personne ne m’en a prié. Surtout pas à ceux à qui il s’adresse. Alors ? Alors, calmement, je réponds qu’il y a trop d’imbéciles sur cette terre. Et puisque je le dis, il s’agit de le prouver. CLIQUE EM “FANON” PARA ACESSAR OS TEXTOS

Faustino, D. M. As duas faces insubmissas de Frantz Fanon. outraspalavras. 18/06/21 ACESSE AQUI .

Faustino, D. M., FANON ERA MARXISTA? Contribuições à um debate que nem deveria existir (24/09/20). ACESSE AQUI

Faustino, D. M., . Notas sobre a sociogenia, o racismo e o sofrimento psicossocial no pensamento de Frantz Fanon. Revista Eletrônica Interações sociais, v. 4, p. 10-21, 2020. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., Sartre, Fanon e a dialética da negritude: diálogos abertos e ainda pertinentes. EntreLetras (Online), v. 11, p. 74-101, 2020. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., A psiquiatria de Fanon: Coleção de textos mostra como o médico nascido na Martinica articula de forma pioneira antirracismo à prática clínica. Quatro cinco um – Folha de São Paulo, São Paulo, 01 jul. 2020. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., Dos Santos Oliveira, Maria Clara . Frantz Fanon e as máscaras brancas da saúde mental: subsídios para uma abordagem psicossocial. Revista ABPN, v. 12, p. 06-26, 2020. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., Revisitando a recepção de Frantz Fanon: o ativismo negro brasileiro e os diálogos transnacionais em torno da negritude. Lua Nova (Impresso), v. 1, p. 303-331, 2020. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., Frantz Fanon e a saúde mental brasileira diante do racismo. In: Patrícia Carlos Magno; Rachel Gouveia Passos. (Org.). Direitos Humanos, Saúde Mental e Racismo: Diálogos a partir do pensamento de Frantz Fanon. 1ed.Rio de Janeiro: Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, 2020, v. 1, p. 34-48. ACESSE AQUI

Faustino, D. M.,. Las máscaras de la racialización y la disputa entorno a Frantz Fanon en las literaturas de lengua inglesa y portuguesa.. Argentina: Intervención y Coyuntura, 2020 (Artigo). ACESSE AQUI

Faustino, D. M.,. SARTRE, FANON E A DIALÉTICA DA NEGRITUDE: DIÁLOGOS ABERTOS E AINDA PERTINENTES. EntreLetras (Online), v. 11, p. 74-101, 2019. ACESSE AQUI

Faustino, D. M.,Aniversário de lançamento: “Frantz Fanon: um revolucionário, particularmente negro” (11/05/2019)

Faustino, D. M., Frantz Fanon: capitalismo, racismo e a sociogênese do colonialismo. SER Social (Online), v. 20, p. 148-163, 2018. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., Frantz Fanon a negritude e o ativismo negro brasileiro do final da década de 1950. In: Mariana Chaguri; Mário Medeiros. (Org.). Rumos do Sul: Periferia e pensamento social. 1ed.São Paulo: Alameda, 2018, v. 1, p. 259-272. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., Franta Fanon, a branquitude e a racialização: aportes introdutórios a uma agenda de pesquisas. In: Tânia M. P. Müller; Lourenço Cardoso. (Org.). Branquitude: Estudos sobre a Identidade Branca no Brasil. 1ed.Curitiba: Appris, 2017, v. 1, p. 210-241. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., O que Fanon disse, afinal? Lewis Gordon e a defesa de uma abordagem fanoniana. Plural (São Paulo. Online), v. 22, p. 247-253, 2015. ACESSE AQUI

Artigos diversos sobre Fanon (Nonagésimo aniversário) (25/07/2015)

Faustino, D. M., A práxis e a ?consciência política e social? em Frantz Fanon. Lutas Sociais (PUCSP), v. 19, p. 158-173, 2015. ACESSE AQUI

GORDON, L. R. ; (tradução de Faustino, D. M., et. all); . Quando eu estava lá, ela não estava – Sobre as secreções uma vez perdidas na noite. São Carlos: Revista dos Discentes do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar, 2015. (Tradução/Artigo). ACESSE AQUI

Faustino, D. M., Colonialismo, racismo e luta de classes: a atualidade de Frantz Fanon. In: V Simpósio Internacional Lutas Sociais na América Latina, 2013. Anais do V Simpósio Internacional Lutas Sociais na América Latina, 2013. p. 216-232. ACESSE AQUI

Faustino, D. M., A emoção é negra e a razão é helênica? Considerações fanonianas sobre a (des)universalização do. Revista Tecnologia e Sociedade (Online), v. 1, p. 121-136, 2013. ACESSE AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.